Perguntas Frequentes

Esclareça sua principais dúvidas sobre os

CRTs - Conselhos Regionais dos Técnicos Industriais

17. Como faço para entrar em contato com o CFT?

Pelo formulário disponibilizado no site www.crt03.gov.br, pelo e-mail atendimento@crt03.gov.br, pelo WhatsApp (81) 99831-2773.

16. E como fica o acervo técnico que mantenho no CREA?

Ele também será repassado para o CRT, conforme determina a Lei nº 13.639/2018.

15. O CREA poderá continuar fiscalizando minha atividade profissional e até emitir multa?

Não. O CREA não terá mais essa competência de fiscalizar a atividade profissional dos técnicos, bem como as empresas cujos “responsáveis 21/09/2018. Essa responsabilidade será total e exclusiva do Sistema CFT/CRT.

14. Se sou Técnico em Segurança do Trabalho, também faço parte do Sistema CFT/CRT?

Não. O Técnico em Segurança do Trabalho não poderá se registrar no CRT.

13. Como faço para registrar o TRT a partir de 21 de setembro de 2018?

Você deverá acessar o site www.crt03.gov.br e seguir as orientações.

12. Se eu estou me formando em curso técnico, como faço para me registrar no CRT?

Você deverá seguir as orientações que serão repassadas pelo CRT-03 pelo site www.crt03.gov.br

11. Qual é a lei que criou o CFT e os CRTs?

Lei nº 13.639/2018, sancionada em 26 de março de 2018. A mesma lei criou o Conselho Federal e Regionais dos Técnicos Agrícolas.

10. Qual é o endereço e telefone do CRT em meu estado ou região?

CRT-03, sede em Pernambuco: Rua Monte Castelo, 195, Boa Vista – Recife-PE, CEP: 50.050-310
Fone: (81) 3314-2411 ou 3314-2412 Whatssap: (81) 99831-2773

9. Em que estados ou regiões serão constituídos os CRTs?

Todos os técnicos do país serão alocados em seus respectivos CRTs, conforme abaixo:

CRT-01: ACRE, AMAZONAS, GOIÁS, DISTRITO FEDERAL, MATO GROSSO, MATO GROSSO DO SUL, RONDÔNIA, RORAIMA e TOCANTINS
CRT-02: AMAPÁ, CEARÁ, MARANHÃO, PARÁ e PIAUÍ
CRT-03: ALAGOAS, PARAÍBA, PERNAMBUCO e SERGIPE
CRT-04: PARANÁ E SANTA CATARINA
CRT-BA, CRT-ES, CRT-MG, CRT-RJ, CRT-RN, CRT-RS, CRT-SP

8. Os órgãos públicos e concessionárias aceitarão o TRT?

Eles são obrigados a aceitar, pois o CFT e os CRTs constituem autarquias criadas por lei federal, com o mesmo valor e grau de importância de outras já existentes.

7. Haverá emissão de ART – Anotação de Responsabilidade Técnica nos CRTs?

A ART será substituída pelo TRT – Termo de Responsabilidade Técnica, o qual deverá ser emitido pelo profissional técnico conforme orientações do CFT e dos CRTs.

6. Sou técnico e engenheiro registrado no CREA. Como cará o meu registro?

Nesse caso o CREA não repassará o cadastro para o CRT e seu registro continuará como engenheiro e seu título de técnico será excluído. No entanto, caso você pretenda atuar como Técnico Industrial deverá procurar o CRT para requerer seu registro.

5. A empresa deverá obrigatoriamente continuar registrada no CREA e no CRT?

Não. A empresa que tiver apenas técnico como “responsável técnico” deverá solicitar o cancelamento do registro no CREA e manter registro apenas no CRT. Em caso de haver técnicos e engenheiros em seu quadro de funcionários, a empresa deverá manter registro em ambos os conselhos.

4. As empresas poderão se registrar nos CRTs e os técnicos poderão ser “responsáveis técnicos”?

Nos casos em que o técnico é o “responsável técnico”, haverá necessidade da empresa procurar o CRT para efetuar o registro, solicitando a inclusão do profissional como “responsável técnico”.

3. Como cam as atribuições profissionais dos técnicos?

As atribuições profissionais são regulamentadas pela Lei nº 5.524/1968 e Decreto nº 90.922/1985. Com a criação do conselho próprio os técnicos poderão exercer suas atividades livremente dentro dos parâmetros legais estabelecidos pela legislação citada.

2. Será emitida uma nova carteira de identificação profissional?

Sim. O CFT fará a confecção da nova carteira de identificação profissional do técnico.

1. Os registros dos técnicos no CRTs serão realizados automaticamente?

Sim. A transição será realizada de forma automática, pois os CREAs – Conselhos Regionais de Engenharia e Agronomia repassarão os cadastros dos técnicos para os novos conselhos regionais.